Seguidores

Impostos sendo arrecadados no Brasil

o céu ganhou mais um anjo

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Brasileiros já pagaram R$ 1,4 trilhão em impostos em 2011

O "Impostômetro" da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) atingiu nesta terça-feira (13), perto das 16h, a marca de R$ 1,4 trilhão em impostos federais, estaduais e municipais pagos pelos brasileiros desde o começo do ano.
“Estamos próximos de R$ 1,5 trilhão, o que representa um recorde histórico de arrecadação. Apresentaremos em breve o Gastômetro, para que todos possamos avaliar para onde vai o nosso dinheiro pago em impostos”, disse, em nota, Rogério Amato, presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).
Em novembro, o medidor eletrônico de arrecadação tributária bateu seu recorde histórico, ultrapassando o montante de R$ 1.291.150.079.258,70 de toda a arrecadação do ano passado 41 dias antes que em 2010.
A estimativa da entidade é que o "Impostômetro" ultrapasse a marca de R$ 1,5 trilhão no último dia deste ano.
O "Impostômetro" foi criado em 20 de abril de 2005. O painel afixado na sede da associação, na Rua Boa Vista, na região central da capital paulista, mostra em tempo real a arrecadação de impostos, taxas e contribuições dos brasileiros, incluindo multas, juros e correção monetária, desde o 1º dia do ano.
O total de impostos pagos pelos brasileiros também pode ser acompanhado pela internet na página do "Impostômetro".

Um comentário:

  1. A grande pergunta é:

    Para onde vai este dinheiro?

    Como é engraçado, tanto, mas tanto, mas tanto dinheiro e na prática não serve pra quase nada porque é pessimamente mal administrado.

    ResponderExcluir

Seu cometário foi muito importante e será guardado. Obrigado.

Diga Não

Diga Não

Arquivo do blog

Ocorreu um erro neste gadget

Vivemos nesse país.

Vivemos nesse  país.
Esperamos melhoras

Postagens populares

Minha lista de blogs

Total de visualizações de página

Hino dos politicos deste nosso país dos canalhas

Convenção dos honestos contra nossos politicos ladrões.