Seguidores

Impostos sendo arrecadados no Brasil

o céu ganhou mais um anjo

domingo, 18 de dezembro de 2011

Chuva continua castigando cidades de Minas Gerais

mais
As cidades mineiras continuam sofrendo as consequências das chuvas neste domingo (18). Desde quinta-feira (15), são diversos os transtornos causados por causa dos temporais em Minas Gerais. O número de municípios que decretaram emergência, desde o início do período chuvoso, já chega a 18 no estado. De acordo com boletim da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, divulgado no início da tarde deste domingo, Acaiaca, na Zona da Mata, passou a integrar a lista de cidades nessa situação.
Por volta das 11h deste domingo, o Corpo de Bombeiros informou que, das 7h deste sábado às 7h deste domingo, 44 ocorrências foram atendidas em Minas Gerais, sendo 39 na Grande BH. Em todo o estado, 788 homens trabalharam em situações como inundações e desabamentos.
De acordo com Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, desde o início do período chuvoso, cerca de 460 pessoas ficaram desalojadas, e 30, desabrigadas em Minas Gerais. Mais de 1,4 mil casas e oito pontes foram danificadas. Até o momento, duas pessoas morreram em decorrência das chuvas no estado.
Parte de cemitério ao lado da Igreja do Rosário desaba durante chuva em Mariana (Foto: Lincon Zarbietti)Mariana é uma das cidades que decretou situação
de emergência em Minas(Foto: Lincon Zarbietti)
Por causa das chuvas em 2011, as seguintes cidades decretaram situação de emergência: Matias Lobato, Espera Feliz, São Sebastião da Vargem Alegre, Vieiras, Dom Joaquim, Leopoldina, Itamarandiba, Faria Lemos, São Domingos do Prata, Alpercata, Abre Campo, Ponte Nova, Formiga, Buritizeiro, Mariana, Florestal, Barra Longa e Acaiaca. A assessoria de imprensa do órgão informou que a Prefeitura de Belo Horizonte, até o fim da manhã deste domingo, ainda não havia comunicado oficialmente sobre o decreto de situação de emergência e, por isso, a cidade não constava no balanço.

BH e Região Metropolitana
Em Belo Horizonte, a chuva foi constante durante toda madrugada e manhã deste domingo. A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) mantém alerta de temporais na cidade. De acordo com o órgão, da 0h às 07h 10 deste domingo, choveu 92,6 milímetros na Região Noroeste e 98,6, na Centro-Sul.

Em Belo Horizonte e Região Metropolitana, segundo o Corpo de Bombeiros, da 0h às 17h, foram 26 ocorrências relacionadas a desabamentos ou desmoronamentos. A Comdec registrou, até as 20h, 166 chamados da população na capital.
Casa é destruída por desabamento causado pela chuva, em Minas (Foto: Reprodução / TV Globo)Casa é destruída por desabamento, na Grande BH (Foto: Reprodução / TV Globo)
Um muro de arrimo caiu sobre uma residência no bairro União, na Região Nordeste da capital. Por causa do deslizamento, uma mulher ficou ferida. Outro desabamento foi registrado, na manhã deste domingo, no bairro Maria Helena, na Região de Venda Nova. Segundo o Corpo de Bombeiro, os moradores que estavam na casa foram socorridos pelos vizinhos. Já em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, um muro caiu, atingindo uma casa. De acordo com a Polícia Militar (PM), duas pessoas tiveram ferimento e foram levadas para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro.
A chuva também provocou uma cratera em uma rua do bairro São Paulo, na Região Nordeste de Belo Horizonte. O buraco praticamente engoliu um carro que estava estacionado na via. Nínguem ficou ferido.
  •  
Carro é praticamente engolido por cratera provocada pela chuva, em BH (Foto: Reprodução / TV Globo)Carro é praticamente engolido por cratera provocada pela chuva, em BH (Foto: Reprodução / TV Globo)
Na Grande BH, a cidade de Sabará também sofreu com a chuva constante. Um deslizamento de terra neste domingo atingiu a linha férrea que corta a cidade. Por causa do incidente, o trem de passageiros, que seguiria para o Espírito Santo, teve atraso de mais de seis horas. De acordo com a assessoria de imprensa da Vale, que administra o transporte férreo na região, a retirada da terra foi feita no fim da manhã e a viagem só pode acontecer após as 14h.

Neste sábado (17), a chuva forte que atingiu a cidade de Florestal , na Grande BH, causou o alagamento de várias ruas e a destruição de pontes. Cerca de 150 casasforam atingidas e quatro comunidades rurais ficaram ilhadas. Em Juatuba, na mesma região, a água também inundou casas por causa de um córrego e um rio que ficaram acima do nível normal.

Após chuva, casa fica alagada em Juatuba (Foto: Divulgação / Prefeitura de Juatuba)Após chuva, casa fica alagada, neste sábado (17), em Juatuba (Foto: Divulgação / Prefeitura de Juatuba)
Minas Gerais
Os temporais também estão atingindo a Zona da Mata, onde o Rio do Carmo transbordou neste sábado (17). Além de Acaiaca, o município de Barra Longa decretou situação de emergência. Mais de 200 pessoas ficaram desabrigadas nas cidades e diversas casas e pontes foram danificadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu cometário foi muito importante e será guardado. Obrigado.

Diga Não

Diga Não

Arquivo do blog

Ocorreu um erro neste gadget

Vivemos nesse país.

Vivemos nesse  país.
Esperamos melhoras

Postagens populares

Minha lista de blogs

Total de visualizações de página

Hino dos politicos deste nosso país dos canalhas

Convenção dos honestos contra nossos politicos ladrões.